até agora…


Até agora,
Tudo que vem de você me fascina,
Me ilumina o rosto,
Faz brilhar o olhar.
E pode até parecer clichê,
Coisa assim, demodê…
Mas me encanto com você a cada segundo.
E mesmo que passe um tempo,
Uns dias,
Uns meses,
Creio que não haverei de esquecer esse teu jeito manso,
A fala arrastaada…
Às vezes até complicada.
Um menino-homem que ainda não sei definir com certeza,
Dono de uma diferente beleza.
Gracioso rei de diversos forrós
Encantado com uma solitária poetisa enferrujada pelo tempo que passa
Encantado com algo que ainda não sabe definir
Mas que nem por isso deixa de existir.

12/2004


Sobre entojo

É alma que não se cala; Palavra que tira de tempo; Transbordo de sentimentos... Não é sopro, nem é v e n t o; É livre, leve e solta; É ar em m o v i m e n t o…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *