ATO


E se busco
Em outras vozes
Aquelas palavras,
Hei de encontrar
Em outras frases
Apenas o som,
Mas não o verdadeiro sentido do ATO.

E se busco
Em outras mãos
Aquele afago,
Hei de encontrar
Em outros braços
Apenas o toque,
Mas não o verdadeiro sentido do ATO.

E se busco
Em outros lábios
Aquele beijo,
Hei de encontrar
Em outras bocas
Apenas o gosto,
Mas não o verdadeiro sentido do ATO.

Qual o verdadeiro sentido do ATO?
Amar, querido.
Apenas amar.

21/09/05


Sobre entojo

É alma que não se cala; Palavra que tira de tempo; Transbordo de sentimentos... Não é sopro, nem é v e n t o; É livre, leve e solta; É ar em m o v i m e n t o…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *