você espera


Você espera sempre por aquele carinho manjado,
As mesmas pessoas de sempre,
Fazendo as mesmas coisas de sempre.
Você se satisfaz com tão pouco,
Com o trivial, o imutável, o normal.
Você não quer alçar, correr, crescer!
Não quer fugir, saltar, sumir!
Não quer mais do que a vida pode te oferecer.

Você não quer emoção,
Não quer amor de nenhum coração!
Não quer saber como é ser amado da melhor forma,
Ou de outra forma qualquer…

Conformado…
Você sempre estará aí estático, parado,
No seu mundo infantil.
Nessa rede de pessoas sem emoção,
Que não vivem pelo coração.
Apenas levam suas vidas,
Sem fazer a menor diferença.

E que diferença faz?

25/10/2005


About entojo

É alma que não se cala; Palavra que tira de tempo; Transbordo de sentimentos... Não é sopro, nem é v e n t o; É livre, leve e solta; É ar em m o v i m e n t o…

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *