Arquivo diário: julho 13, 2006


a estrelinha

Sempre pendurada no pescoço da menina, a estrelinha de prata iluminava seu semblante. Era o símbolo de uma felicidade tão grande que ultrapassava todos os limites e preenchia seu coração. Porém, com o tempo ela percebeu que era uma felicidade solitária, que só se perpetuava em seu coração. Felicidade só dela. Não compartilhada com ninguém. Mas não era assim porque ela quisesse ficar só. Infelizmente o motivo de sua felicidade ignorava as oportunidades de ser feliz ao seu lado. E a estrelinha com o tempo foi perdendo sua luminosidade, ficou tão sem cor e sem vida que nem todos os esforços da menina para recuperá-la adiantaram. E então, numa noite como outra qualquer para os outros, mas muito importante para ela (a noite de reveillon), a menina desistiu! Desistiu da estrelinha, desistiu das lembranças, desistiu de tentar ser feliz junto ao motivo de sua felicidade, desistiu de muitas coisas…

Menos de erguer a cabeça e continuar.

01/2006