AMO

Eu te amo…
Amo tanto e de tal forma, que às vezes dói.
Amo meio sem jeito, sem analisar direito.
Amo bastante e amo forte.
Amo sem preconceito,
E dane-se quem se importe!
Amo da forma que o amor tem de ser.
Amo teu cheiro, teu colo, teu poder sobre mim,
Amo direito, esquerdo, pra cima e pra baixo,
Amo de tantos jeitos, que amo pra todos os lados!
Amo sua postura evasiva, sua atitude lasciva.
Amo sua pegada traiçoeira.
Aquela, à sua maneira…
Amo sua disposição,
Seus sonhos, devaneios,
Sua falta de chão.
Amo tudo que não deveria amar…
Amo tão e somente porque o universo quis assim,
E agora não sou capaz de controlar nenhuma parte de mim.
Amo sem medo, sem apego, sem fim.
Amo de mim para você e de você pra mim.
Amo porque não existe outra forma,
E não posso deixar sentimentos incontidos no âmago de meu ser.

Brisa Dalilla =03/10/06=

5 thoughts on “AMO

  1. Tenho mesmo que expressar de forma escrita o que uma lida nos seus últimos posts me fez pensar?

    Beijos sua moleca!

  2. Pingback: TRANSCRIÇÕES

Leave a Reply to Diva Brito Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *