insólito 2


noites l o n g a s,
noites pálidas.
*constelações*
perdidas num
céu de opções,
ou ilusões…
maculando o tempo,
livrando o momento,
no azul negro (da noite),
do vento do apego (e do açoite).
quero viver em liberdade
mas há tanta saudade…


Brisa Dalilla =06/11/2008=


About entojo

É alma que não se cala; Palavra que tira de tempo; Transbordo de sentimentos... Não é sopro, nem é v e n t o; É livre, leve e solta; É ar em m o v i m e n t o…

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

2 thoughts on “insólito