(des)localizando 1


de dentro dos meus olhos você me olha
através do arco por onde contemplo todo teu brilho
de dentro da minha mão você me toca
através de gestos intensos por onde te sinto pulsar
de dentro da minha boca você me beija
e através da tua respiração a minha arqueja
de dentro do meu coração você me sente
através dos intervalos do tempo e do espaço
brincamos de ser protagonistas
do nosso próprio mundo.
de dentro de meu sexo, você me deseja
e através da fome que de seu corpo rijo, exijo
transcendemos juntos, os pontos ditos fixos.
nos embebemos da mesma energia
que guia nossa fome de alegria
e nos transporta para aquele mesmo mundo
onde não podemos perder um segundo,
onde sequer imaginamos futuro sem “nós“,
onde não admitimos mais sermos sós

Brisa Dalilla =09/03/2009=


About entojo

É alma que não se cala; Palavra que tira de tempo; Transbordo de sentimentos... Não é sopro, nem é v e n t o; É livre, leve e solta; É ar em m o v i m e n t o…

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

One thought on “(des)localizando