Arquivo mensal: junho de 2009


Gerundismos 3

Vou deixando o tempo passar,
o dia acabar,
a semana terminar

Vou deixando de lembrar,
deixando de desejar ,
deixando de pensar

Vou deixando a vida me levar,
sua vida lhe guiar,
nossa vida se afastar

Vou deixando pessoas se aproximarem,
novos rostos se mostrarem,
outros sentimentos brotarem

Vou, pouco a pouco, deixando você me deixar,
deixando você não me escolher,
não exigindo que venha me ver

Vou deixando o pensamento devanear,
meu coração se preparar,
deixando o fim se anunciar

Vou deixando de dizer,
deixando a vontade arrefecer,
deixando de ser mais você

Vou deixando de acreditar,
deixando de te esperar
e começando a cantar:

*“Just live your life…”

Brisa Dalilla =27/01/2009=
___________________________________

*Apenas viva sua vida

contando mentira

porque não bateram na minha porta?
porque esconderam de mim toda história?
calei, me escondi, emudeci…
depois de tudo que ouvi
contado por alguém
que pra mim é ninguém.
mas eu sinto além,
penso além,
vejo além…
afinal, quem sou eu além de uma
LOUCA?
doida varrida,
desencontrada na vida,
totalmente sem voz.
e, ao fim, ficamos aqui
todos nós,
juntos
e sós.
vivendo e contando mentira
de tantas vidas
deixadas pra trás…

brisa dalilla =03/06/2009=


lição do dia: 3

O que passou passou! Nada mudará o passado. Você apenas machuca a si mesmo com sua amargura. Para seu próprio bem, aprenda com o passado e, em seguida se afaste dele

Rick Warren


Se eu fosse 2

um mês: Dezembro. Meu mês. O fim do fim do ano.
um dia da semana: Quinta-feira. O melhor dia da semana. Nem é a chata da quarta e tem a expectativa da sexta.
uma hora do dia: 18:00h, happy hour…
uma estação: Inverno. Frio! Frio! Frio!
um planeta: Saturno. Ia ficar “pendurada” nos anéis…. HAHAHA
uma direção: Para o alto e avante!
um móvel: Uma estante de livros, abarrotada!
um sentido: Tato. Tenho que ver pegando, sabe?
uma pedra: Brita. A mais pobre e a mais útil.
uma árvore/planta: Uma mangueira de galhos enooooormes, pra as crianças se pendurarem que nem macacos, como eu fazia na infância.
uma flor: Orquídea (ainda não perdi as esperanças de ganhar uma…)
um clima: Frio, sem chuva. =D
um prato: Sanduíche de queijo polenguinho e blanquet.
um instrumento musical: Piano. Imagina só um pianista lindo me tocando oitava por oitava… Hummm… kkkkkk
um elemento: Fogo.
uma cor: Cor vermelha (carne da sua boca, coração….) =D
um animal: Sempre pensei em ser um tigre, pantera, essas coisas. Mas não, minha onda é voar, queria ser um pássaro de asas beeem grandes pra cortar esse mundão de meu Deus todinho!
uma música: Mutante – Rita Lee (Como mutante, no fundo sempre sozinho, seguindo o meu caminho… Ai de mim que sou romântica!)

um sentimento: paixão (avassaladora!)
um lugar: Barra Grande.
um sabor: Tutti-Frutti.
uma palavra: Oi?
um verbo: Fazer.
um objeto: Um caderno de folhas brancas e sem pautas.
uma parte do corpo: Mãos.
um número: Nove. Sempre me dá sorte, é super cabalístico! kkkk
um Símbolo: ! (temos que inserir mais exclamações em nossa vida! toma aí um monte, ó !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!) =D

Meme vindo do universo de Manu.
E quem fizer o seu posta o link nos comentários.

:* muá


12 Conselhos para ter um Infarto Feliz 1

1. Cuide de seu trabalho antes de tudo. As necessidades pessoais e familiares são secundárias;

2. Trabalhe aos sábados o dia inteiro e, se puder também aos domingos;

3. Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho para casa e trabalhe até tarde;

4. Ao invés de dizer não, diga sempre sim a tudo que lhe solicitarem;

5. Procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros,reuniões, simpósios etc;

6. Não se dê ao luxo de um café da manhã ou uma refeição tranqüila. Pelo contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes;

7. Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola ou tênis. Afinal, tempo é dinheiro;

8. Nunca tire férias, você não precisa disso. Lembre-se que você é de ferro (e ferro, enferruja!!!);

9. Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver se nada está errado. Delegar é pura bobagem; é tudo com você mesmo;

10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego e pintar aquela dor de estômago, tome logo estimulantes, energéticos e anti-ácidos. Eles vão te deixar tinindo;

11. Se tiver dificuldades em dormir não perca tempo: tome calmantes e sedativos de todos os tipos. Agem rápido e são baratos;

12. E por último, o mais importante: não se permita ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre sua vida. Isto é para crédulos e tolos sensíveis…

Repita sempre : “Eu não perco tempo com bobagens”

————

Recebi por e-mail e achei ótimo para o atual momento… =D


reflexões flexíveis de quarta-feira

Os sentimentos que me povoam deveriam permanecer intactos, mas crescem vertiginosamente em escala máxima de medição. A mente, que em tese deveria estar calma e certa das coisas, do tempo e da vida, me trai, fazendo pensar coisas que não devo. Essa psicopatia extrema me faz constatar que sou louca mesmo, e que as coisas que faço, quero ou desejo são erros! Faz pensar que não sou eu a certa, a correta, a verdadeira. Faz com que eu coma poeira, ficando constantemente pra trás e pra trás. Quando é que vou poder voar em paz? Soltar as asas presas, correr pelo mundo, em meu tempo, em meu passo, em meu ritmo. Sinto-me tão insatisfeita, que penso que faço desfeita, a quem ousa me amar. E se começo a cogitar o que poderia ter sido, vou desesperadamente apagando esses pensamentos doentes. Não é “o que deveria ter sido”. É o que é. O que foi já era, ces’t fini! Quero fazer o que vai ser, não pensar no que não foi. Quero crescer, quero fugir, quero sumir. Quero ter tudo que não tenho e o que possa chegar a ter. Quero apenas viver.
[…]