Daily Archives: September 24, 2009


14 NOMES. OI? 18

Vamos logo ao FAQ pra encurtar o processo de explicação:

1 – Como assim 14 nomes?

Meu pai é louco e pira ser da família real. Por mais que não seja a verdade, é a forma mais fácil de explicar o que fizeram comigo e meus três irmãos (Pedro com 12, Isadora e Mª Anísia – irmãs por parte de pai – com 13 nomes cada). Diz a lenda que, como eu e meu irmão fomos os primeiros filhos, netos e sobrinhos da família toda (que não tinha uma criança sequer pra fazer a alegria da casa no natal), Papai resolveu fazer uma homenagem à família. Foi juntando tudo que é nome e deu nisso.
2 – E você assina tudo?
Óbvio que nem sempre eu preciso assinar o nome completo. Nas poucas vezes que isso acontece, dou logo um jeito de abreviar ou rubricar. O que me irrita é preencher aqueles formulários onde deixam uma linha de 10cm pra pôr o nome completo. Sempre ultrapasso a linha e começo a escrever na vertical da página. Be-le-za!
3 – E demorou de aprender a falar?
Bom, eu não fui uma criança prodígio, mas creio que aprendi a falar meu nome até cedo. Com 3 anos meio. Meu pai também, que não era bobo nem nada, fez uma música com meu nome pra facilitar a aprendizagem. Era cantoria o dia todo e a buchechuda aqui ia aprendendo esse nome grande de meu Deus.
4 – E escrever?
Poxa… O fato de eu ter me alfabetizado duas vezes, conta? *risos* Calma, não é bem isso. Não repeti a alfabetização por não saber escrever o nome. O problema é que eu fiz a alfabetização até o meio do ano na Bahia e depois fui morar em Minas. Eles lá, me obrigraram a fazer o curso regular… Aí eu acabei fazendo duas alfabetizações. Mas que ajudou, ajudou. Posso não ser a rainha da caligrafia, mas pelo menos escrever bem eu sei.

5 – Atrapalha sua vida?
Depois que eu tirei RG, CPF, Título de Eleitor, abri conta em banco etc e tal, tudo ficou mais fácil. Mais fácil de não só de explicar, como de comprovar (já que certidão de nascimento não tem foto).
6 – Mas e aí?
A parte boa vocês nem pensaram ainda. Nesse fim de ano eu vou colar grau na faculdade (vou ser administradora, finalmente. O que não diz NADA, mas fazer o que, né…). Vou mandar alguém filmar a chamada para a colação e o reitor falando meu nome completo! Olha que beleza! “Conferimos o grau de bacharel em administração a Brisa Dalilla Maria Leopoldina Terra Marialda Segunda Mendonça Barrêto Marques de Leão e Sousa, amém!”. Vai ser viral, meus amigos. Globo, aqui vou eu!!! *risos* Bom, filmei o vídeo, coloquei na internet e virou um viral (redunda, mãe!) =D Clicaê pra ver a repercussão do babado! Não fui pra Globo, mas alcei minha escalada a sub-web-celebridade (like @lucasfamapop)… Annnh… Errr… NOT!


papa don’t preach 1

minhas cicatrizes são mapas
meu erros, escadas
para alguma tranformação
que não sei onde vai começar
ou terminar

minhas dores são besteiras
as crises, passageiras
para algum objetivo infantil
que não sei porque acontece
ou se esquece

minhas lágrimas são preces
as poesias, exegeses
para algum livro esquecido na estante
que não sei se vai ser pedra
ou diamante

minhas horas são dedos mínimos
os pecados, infindos
para alguma tristeza inesgotável
que não se sabe desnecessária
ou inevitável

Brisa Dalilla =27/10/2008=