Arquivo mensal: novembro de 2009


Desconfiômetro? 4

Hoje, a expressão “volúpia pura” ganhou um novo sentido… Lucas Celebridade, o “Clamor Luzilandense” resolveu mostrar novamente sua “beleza exótica” em um ensaio “sensual”. Tema? Reciclagem. Cliquem na imagem e sintam o prazer que vem de lucas (ai…).
.
Me perdoem o excesso de aspas. Mas não teve outro jeito…




Sensualidade define, né? NOT!

Chegou meu 1º Corrupio!

Chegou anteontem lá em casa, mas como eu tô exilada aqui em Coaraci Bahia, só recebi meu bichinho ontem de noite. Já me surpreendeu a embalagem da carta, cheia de carimbinhos da Corrupiola e um adesivo lindo lacrando o pacote. Note que um dos selos é da Carmem Miranda! Até essa coincidência ficou supimpa.
Tudo muito fofo. É lindo ver o cuidado que eles têm com a embalagem e acomodação do caderninho, que fica protegidíssimo para a viagem.
Admito que tô apaixonada, gente. Sério! Corte, custura, impressão da capa, cartãozinho assinado da Leila e do Aleph, tudo bem feitinho demais!
Logo vem a nova coleção e eu vou me afogar em Corrupios. Já sabem o quanto sou psicótica por cadernos, agendas, bloquinhos, etc etc etc. Parabéns a Leila e Aleph pelo trabalho bem feito! Muito sucesso pr’os dois.
Quando à você, prezado entojo leitor, tá esperando o que pra escolher o seu Corrupio?

PRATODODIA 1

Foto: Milena Palladino / Edição: Brisa Dalilla

Como arroz e feijão,
é feita de grão em grão
Nossa felicidade

Como arroz e feijão
A perfeita combinação
Soma de duas metades

[…]

Me jogo da panela
Pra nela eu me perder
Me sirvo a vontade,
Que vontade de te ver

O dia do prato chegou
É quando eu encontro você
Nem me lembro o que foi diferente!
Mas assim como veio acabou
E quando eu penso em você
Choro café e você chora leite


O Teatro Mágico


a volta dos que não foram (no horário) 7

Comemorando um ano de ter perdido o ENADE, é hora de relembrar a saga do ano passado. =D Hoje, claro, sairei com 2 h de antecedência.
______________

É. Eu perdi o ENADE. Perdi por uma besteira tão idiótica que nem dá vontade de contar. Mas como as leis de Murphy me perseguem e recebem uma grande ajuda por eu ser tão lerda, resolvi contar. Acordo eu, linda, loira e japonesa, às 11:00 (tinha saído para beber no dia anterior…), com aproximadamente 2 horas de folga para me arrumar e chegar ao local da prova, marcada pra 13:00. Me arrumo e tal, tomo café e tal. Quando o relógio bate exatamente 12:oo eu saio de casa, pra chegar com pelo menos 45 minutos de antecedência, como indica o cartão de identificação. Mas então, me bate um estalo… Me pareceu que tava algo errado… E me dei conta do que poderia ser… Só pensei “Putaqueopariu, não pode ser que eu tenha feito essa merda…”. Resolvi ler denovo o tal cartão. Ó que bonito… Em letras miudinhas tinha um aviso super de ocasião: “Fechamento dos portões: 13:00 (horário de Brasília) – é de exclusiva responsabilidade do estudante osbersvar as diferenças de horário decorrentes de fuso horário ou adoção de horário de verão na cidade de realização do exame.” Só parei no meio da rua, olhei pro relógio… [12:10] Fudeu! Não ia perder meu tempo brigando pra abrirem os portões depois da hora, que eu já sei bem como é… E depois, chegando em casa, entro na net e vem de lá a Globo.com “Ao todo, 564.415 universitários deviam participar do exame que avalia 23 áreas de conhecimento.” Adorei o deviam… Considerando que todos os selecionados são menos idiotas que eu, 564.414 universitários participaram do tal exame… Agora, só ano que vem… E pra me previnir de Murphy e de tapadices by myself, vou chegar lá com 3 horas de antecedência, levo um livro, lanchinho pra esperar… A porra que for… Mas não perco denovo. Murphy, véi! Me erra, vá! Hunft!