Arquivo anual: 2009


Besta é tu

Roberta me ensinou e até hoje não me esqueço… A forma mais fácil de expurgar seus demônios e mandar os chatos às favas (sem perder a classe, claro) é cantando a famosa música de Novos Baianos:

“Besta é tu, besta é tu…”

horóscopo fdp comentado

trânsito astrológico
17/10 (ontem) às 23h52 a 20/10 às 12h39
Sol na casa 12, lua na casa 12

*comentários em vermelho

No período que vai de 17/10 (ontem) às 23h52 a 20/10 às 12h39, procure se recolher um pouco mais (mais?? oh, cels! nunca mais saio de casa…), Brisa, pois você estará num momento particularmente vulnerável, inclusive em níveis energéticos (tudo naquela mais que perfeita anormalidade habitual). Seu campo estará mais aberto, e você corre o risco de terminar absorvendo problemas e complicações que não são exatamente suas, o que pode incorrer inclusive em doenças físicas (tem algo a ver com minha coluna em frangalhos? obg ¬¬).

A sua sensibilidade estará também mais ativa, (‘shorando’ litros por qualquer coisa. o nome disso não é TPM?)de modo que neste período há o risco de você ter reações um pouco exageradas a determinadas coisas que em outros momentos sequer lhe incomodariam (é a velha Síndrome da Água Viva: encostou, se queimou!). Lembre-se de refletir neste momento, e procurar observar se você não está tendo reações um pouco exageradas. É possível, inclusive, que você venha a ficar lembrando de coisas não muito agradáveis… Que tal ter uma postura prática em relação a tais questões, Brisa? (tá, fácil falar, né…)

Uma interessante alternativa para esta fase é: observe o sofrimento alheio e veja como seus problemas lhe parecerão menores (como se eu pudesse realmente ajudar alguém nesse estado de nervos, né Ego?). É muito, muito provável que surja alguém passando por um momento difícil, e a pessoa se sentirá atraída por você. É como se ela captasse instintivamente que você pode ajudá-la, e acredite: você pode! Uma das melhores maneiras de não deixar que os problemas pessoais nos engulam é dar um pouco de atenção aos alheios. Afinal, existe tanta gente sofrendo muito mais do que nós (BAH!), e por motivos muito mais sérios…

Reflexão para o período: que dor estou sentindo? (já disse que é na colunaaaaa, PORRA!)


chats da vida, cotidianos 1

exemplo perfeito de #fail, protagonizado por aline bellini (@cofeenmusic):

[20:49] bellini:
guria, vc falou de cartão, lembrei de uma pérola minha de domingo

[20:50] Bi:
fale aê

[20:50] bellini:
tipo, há alguns dias bloquei meu cartão, tentando acessar a conta pela net, esqueci a senha, hsahsua

[20:50] bellini:
aí… domingo estava num shopping e fui ver se conseguia desbloquear num caixa eletrônico da CAIXA…

[20:50] Bi:
“é vem…”

[20:51] bellini:
só q tipo, cartão da caixa só desbloqueia na agência mesmo. vc consegue bloqueá-lo no caixa eletrônico, mas desbloquear, não…

[20:51] bellini:
ai fiz as paradas lá, e tipo… eu consegui bloquear de vez o cartão

[20:51] bellini:
eu estava tão lerda domingo q consegui fazer isso

[20:52] bellini:
cara, estava na minha frente ali: “CONFIRMAR O BLOQUEIO DO SEU CARTÃO?”

[20:52] bellini:
a tonga aqui, deu um sim

[20:52] bellini:
e tipo, eu ñ me liguei, juro

[20:53] bellini:
daqui a pouco imprime o comprovante: “bloqueio de cartão efetuado com sucesso”

[20:53] Bi:
O.O kkkkkkkkkkkkkk

[20:53] Bi:
não fique deprimida… eu faria isso também

[20:53] bellini:
aff, minhas amigas tiraram tanto sarro de mim

[20:53] bellini:
pior de tudo… a porra do CAIXA em greve ainda ¬¬ como farei o desbloqueio antes da viagem?

[20:53] Bi:
kkkkk #fail total! aliás, #HUGEFAIL

[20:53] bellini:
sem comentários

[20:54] bellini:
eu sabia oq estava fazendo, mas sabe… eu estava lerda #fail

[20:54] Bi:
deu muita vontade de postar isso no entojo

[20:54] Bi:
como exemplo MASTER de fail

[20:55] bellini:
pode postar! kkkk

[20:55] bellini:
e minha amiga queria o comprovante pra postar no orkut… queria tirar foto do comprovante.

[20:55] bellini:
acho q farei isso. adoro tirar onda da minha própria cara

Eis a comprovação:

#HUGE, #HUUUUUGEFAIL

five #hashtags*

Trabalhar sábado, domingo e feriado de 7h às 16h só não cansa tanto quanto penso no meu contracheque recheado de horas a 110% no mês que vem #trampo

Da série “Interiorices”: atitude POP em Coaraci é levar ‘as quiança’ na rua pra ver uma vaca passar ♪♫ cantando coisas de amor ♪♫ #chicobuarquefail
A cada dia que passa vejo que meu nome é super normal. Aqui no trampo tem JANAYNAH KETLIN, CLEOFANO, UESLI e WESLY (pai e filho), DIEK, ROBERLANDIO, TANIVALDO, TEÓDULO, VANGIVALDO… #nomesestranhos

Entendam logo de uma vez que, por mais que Pica-Pau seja até hoje o melhor desenho animado de todos os tempos, nada justifica seu celular tocando com sua música tema no meio de uma reunião com o chefe. #ficadica

Emoção master do ano: ser ‘assaltada’ por uma cigana em plena rodoviária. 12 reais perdidos para ela desfazer um ebó que uma “amiga” jogou em mim. Só ouvi tudo porque assisti Arraste-me para o Inferno e não quero praga de velhinha pra cima de moi. #pédepatomangalôtrêsvezes

_____
#hashtag é uma ferramenta do twitter usada para relacionar palavras-chave a um determinado conteúdo para que ele possa ser encontrado por outras pessoas.

Pieguices

Há alguns meses eu venho reclamando que não consigo escrever nenhuma poesia postável. É vero. Veríííííssimo. Encontro-me naquele período risível (e altamente chato) de hiato criativo amoroso. Normalmente isso me estressa pra caramba! Consigo ficar mais chata do que o normal… E olha que eu já sou chata³³³³³³³³!

Eis que ontem eu achei um livro antigo de poesias, perdido no meio da minha estante que anda entupida best-sellers “lista-dos-10-mais-vendidos-da-veja” style. Epitáfio para o Século XX e outros poemas – Affonso Romano de Sant’Anna. Foi como achar um oásis no meio do deserto… Caramba, eu sempre adorei esse livro! Fui relendo, relendo… Relembrando tantas coisas boas, tantas coisas antigas… Conheci as poesias dele na aula de Jailton, meu mais amado professor de Literatura e Artes.
Mas ok, ok… Isso (especificamente) não vem ao caso, agora. O importante nesse balaio todo é eu ter achado essa poesia abaixo, pela qual eu sempre fui apaixonada, e observar que se não totalmente , ela me redime um pouquinho de ficar tão chateada com o tal hiato criativo amoroso. Consegui entender que não preciso necessariamente escrever poemas de amor no papel. Posso escrever e “poetizar” de outra forma, mais lúdica até: VIVENDO O AMOR…
Como não pensei nisso antes? Acho que continuo meio lerda para pieguices…
ARTE FINAL
Affonso Romano de Sant’Anna

Não basta um grande amor
para fazer poemas.
E o amor dos artistas, não se enganem,
não é mais belo
que o amor da gente.
O grande amante é aquele que silente
se aplica a escrever com o corpo
o que seu corpo deseja e sente.
Uma coisa é a letra,
e outra o ato,
quem toma uma por outra
confunde e mente.

Tweets de 09.10.09 1

  • 11:52:36: Depois de dar block em 1 monte de twitters c/ avatar de mulépelada,posso começar meu dia. Bons Dias Flores dos Dias #rainhadoplural chegando
  • 12:04:13: Edir Macêdo até hj recebe depósitos na sua conta p/ custear seus 452mil sites http://migre.me/8FGz Já deve ter + grana q o Criança Esperança
  • 12:48:57: RT @vicmatos A Geri Halliwell (aka Ginger Spice) agora tb tem twitter!!! WELCOME @OfficialGeri!!! // Que lindo! Saudades da Ginger…
  • 12:54:54: @kaulacordier KKKK bons dias pra vc tbm, kaúlas! rsrsrs
  • 16:34:40: BAH. SAIU O GOSTO DO CHICLETE.
  • 16:42:25: “Numa moldura clara e simples sou aquilo que se vê” é a frase mais pau no cu que eu já ouvi in my whole life.
  • 18:29:00: twitter baleiando… 😛
  • 18:34:30: “O Brasil é o país do futebol, do carnaval, da paixão pela praia e pela mídia social.” (via Querido Leitor, o blog da @rosana )

Tweets copied by twittinesis.com


O Melhor do Twitter 3

Alegria, alegria [/treta]!!!

Não… Não é sexta-feira ainda, colegas. Apenas aquela alegria saltitante de twitteira desconhecida que tem uma frase rankeada no OMDT! AêÊêêÊê! Como sempre, foi mais uma frase escatológica/sexual. No fim das contas eu acho que só sei fazer piada asssim. C’est la vie…

Votem , ok? Só clicar na imagem acima e escolher 5 passarinhos pra mim. =D
E pra os que tiverem twitter: Sigam-me os bons (@entojo)!

Inutilidades Apaixonantes 1

Quem me conhece sabe que:
1. Eu faço coleção de qualquer coisa;
2. Meu quarto é um amontoado de tranqueiras;
3. Minha idade mental para compras é de uma criança de 8 anos de idade.
Entro em crise dentro de lojas de brinquedo e miudezas. Quero tudo, tudo, tudo! E quanto maisinútilmelhor, porque por mais irrelevante que pareça, sei que vou precisar de todos esses baragudecos um dia na vida! Em minhas “twittanças” por aí, achei o site O Segredo do Vitório, especializado em miudezas, tranqueiras e inutilidades apaixonantes (Já sabem que estou em crise, né? Quero tudo!).
Eu juro que não sei como passei minha vida toda sem uma câmera* que tira fotos a la Andy Warhol!
*Essa vai ser de Mimi, já prometi de presente

#tédio 3

#tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio
#tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio
#tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio
#tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio
#tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio
#tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio #tédio


#TÉDIO

14 NOMES. OI? 18

Vamos logo ao FAQ pra encurtar o processo de explicação:

1 – Como assim 14 nomes?

Meu pai é louco e pira ser da família real. Por mais que não seja a verdade, é a forma mais fácil de explicar o que fizeram comigo e meus três irmãos (Pedro com 12, Isadora e Mª Anísia – irmãs por parte de pai – com 13 nomes cada). Diz a lenda que, como eu e meu irmão fomos os primeiros filhos, netos e sobrinhos da família toda (que não tinha uma criança sequer pra fazer a alegria da casa no natal), Papai resolveu fazer uma homenagem à família. Foi juntando tudo que é nome e deu nisso.
2 – E você assina tudo?
Óbvio que nem sempre eu preciso assinar o nome completo. Nas poucas vezes que isso acontece, dou logo um jeito de abreviar ou rubricar. O que me irrita é preencher aqueles formulários onde deixam uma linha de 10cm pra pôr o nome completo. Sempre ultrapasso a linha e começo a escrever na vertical da página. Be-le-za!
3 – E demorou de aprender a falar?
Bom, eu não fui uma criança prodígio, mas creio que aprendi a falar meu nome até cedo. Com 3 anos meio. Meu pai também, que não era bobo nem nada, fez uma música com meu nome pra facilitar a aprendizagem. Era cantoria o dia todo e a buchechuda aqui ia aprendendo esse nome grande de meu Deus.
4 – E escrever?
Poxa… O fato de eu ter me alfabetizado duas vezes, conta? *risos* Calma, não é bem isso. Não repeti a alfabetização por não saber escrever o nome. O problema é que eu fiz a alfabetização até o meio do ano na Bahia e depois fui morar em Minas. Eles lá, me obrigraram a fazer o curso regular… Aí eu acabei fazendo duas alfabetizações. Mas que ajudou, ajudou. Posso não ser a rainha da caligrafia, mas pelo menos escrever bem eu sei.

5 – Atrapalha sua vida?
Depois que eu tirei RG, CPF, Título de Eleitor, abri conta em banco etc e tal, tudo ficou mais fácil. Mais fácil de não só de explicar, como de comprovar (já que certidão de nascimento não tem foto).
6 – Mas e aí?
A parte boa vocês nem pensaram ainda. Nesse fim de ano eu vou colar grau na faculdade (vou ser administradora, finalmente. O que não diz NADA, mas fazer o que, né…). Vou mandar alguém filmar a chamada para a colação e o reitor falando meu nome completo! Olha que beleza! “Conferimos o grau de bacharel em administração a Brisa Dalilla Maria Leopoldina Terra Marialda Segunda Mendonça Barrêto Marques de Leão e Sousa, amém!”. Vai ser viral, meus amigos. Globo, aqui vou eu!!! *risos* Bom, filmei o vídeo, coloquei na internet e virou um viral (redunda, mãe!) =D Clicaê pra ver a repercussão do babado! Não fui pra Globo, mas alcei minha escalada a sub-web-celebridade (like @lucasfamapop)… Annnh… Errr… NOT!


papa don’t preach 1

minhas cicatrizes são mapas
meu erros, escadas
para alguma tranformação
que não sei onde vai começar
ou terminar

minhas dores são besteiras
as crises, passageiras
para algum objetivo infantil
que não sei porque acontece
ou se esquece

minhas lágrimas são preces
as poesias, exegeses
para algum livro esquecido na estante
que não sei se vai ser pedra
ou diamante

minhas horas são dedos mínimos
os pecados, infindos
para alguma tristeza inesgotável
que não se sabe desnecessária
ou inevitável

Brisa Dalilla =27/10/2008=