ele sabe de mim… 1


“Sou poeta, sou redondo e pequenino. Sou criança, sou bom, sou inocente. Tenho a pele macia, sou feito para o beijo e a ternura. Para o afago e a carícia. Se me envolvem com verdades e doçura, com poesia e com romance, eu me deixo conduzir com alegria. Dou a minha mão como se desse a própria alma. Entrego-me todo, viro um anjo sensual e delicado. Confio em quem me toca. Mas, se por acaso tentam me explorar; se me enganam e me mordem, eu reajo feito a salamandra: viro veneno. Se me oprimem e me engolem por maldade, produzo toxina fulminante. Ainda assim, e porque sou grande por dentro, eu sempre me salvo de quem me prende, e saio de novo para a Vida, louco e livre, como agora. E volto a ser gostoso, bem macio, poeta, doce, pequenino…

E pronto outra vez para o beijo e a lambida, para o afago e a ternura.”

Edson Marques


About entojo

É alma que não se cala; Palavra que tira de tempo; Transbordo de sentimentos... Não é sopro, nem é v e n t o; É livre, leve e solta; É ar em m o v i m e n t o…

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

One thought on “ele sabe de mim…