Daily Archives: June 30, 2011


é quando…

é quando você começa a fazer e dizer besteiras sem analisar nem medir antes. não que isso seja tão incomum – vindo de você – tão grande sendo sua fama de impulsiva e sem noção. mas isso acontece de repente, quando você começa a se irritar com o mundo, porque o mundo tá errado, tem alguma coisa faltando, te tiraram do seu chão e você não sabe onde se segurar. e porque nesse caso não há como se segurar, nem o que segurar. o vácuo está em você mesma. o vazio que faz fraquejar, na hora que há de ser forte. mesmo sabendo que as lágrimas não vão adiantar e que minutos depois elas vão secar por si só. e que no fim das contas isso é só uma peça que te pregaram. uma novidade que de repente te fez lembrar que há saudade. ou ao menos fez com que você admitisse pra si que era apenas algo que tentava esconder.