ponto de virada

Gosto de procurar pontos de virada em relacionamentos. Como, por exemplo, o momento exato em que uma pessoa que te fazia bem, passa a te fazer mal. E você fica com duas opções: sofrer por tentar continuar junto ou sofrer por ter que se afastar. Pelo menos na segunda opção existe a “garantia” de um dia passar a dor. Ou não.

“I chose to feel it and you couldn’t choose. […] Live throug this, and you won’t look back.”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *