blogosfera


clube do filme #1 sessão da tarde: o outro lado do clube do filme 4

os amiguinhos twíticos e blogueiros começaram um meme bonito, chamado ‘clube do filme’. você escolhe 3 atores fodas e escreve sobre três personagens fodas em 3 filmes fodas. né lindo? e doida por memes como sou, tinha que contribuir com algo. mesmo que tenha escolhido ir pelo outro lado da estrada. =D

cinéfila? ih, nem sou. gosto de filmes bobos, comédia romântica americana em high school e nunca assisti o fabuloso destino de amelie poulain. pra mim, livros e filmes só merecem ser assistidos porque deu vontade naquele momento. raramente vocês me verão correndo desesperada pra ver o lançamento que todo mundo já viu, só pra não ficar por fora (qué dizê, isso não se aplica aos filmes de harry potter. but, anyway…).

sei que existem diversos filmes memoráveis que eu não assisti, diretores importantes que eu nem sei quem são, filmes iranianos e documentários super mega pops que eu nem sei pra onde vão… mas pra que a pressa de consumir isso tudo, né? eu nasci na bahia mermão. no nosso dicionário não tem essa palavra não…

como quem me empolgou a escrever foi @faccenda, que eu ajudei ontem, vou escolher um nicho também: atores memoráveis que eu conheci pela sessão da tarde. como assim, bial? olha, sinceridade… sessão da tarde formou meu caráter e grande parte do que eu conheci de cinema foi através dessas tardes regadas à pipoca e guaraná. então nada mais justo do que lembrar um tiquin deles. vamo lá.
___________

Repercussão ão ão ão […] 9

Senta aí, que lá vem post grande. É gente… Desde o último post muuuuita coisa aconteceu por aqui, né?. Tô tontinha ainda… Primeiramente a quantidade de visitas a este – sempre humilde – blog, que pularam de míseras 15 a 20 por dia (quando muito!) para mais de 2 mil!!
E isso porque eu tô olhando o relatório de anteontem… Hoje o negócio esquenta mais ainda, porque o pessoal que tava fora no final de semana volta querendo se inteirar de tudo. Ou seja, mais coisas vem por aí!
___________

Republicando: Sobre microvestidos supersensuais 1

No Republicando de hoje, vamos rever a crítica ao caso Geisy Arruda, nossa eterna sub-celebridade da Uniban.
_____


Fui comentar num post do Um Passinho à Frente, Faz Favor, sobre o caso Geisy (Geysi, Geise, Geyse. Não sei a versão certa desse nome lindo de D’us) X UNIBAN. Daí que eu gostei tanto da opinião do Eden que desabei a escrever compulsivamente, o que gerou esse comentário enorme, abaixo reproduzido pra quem quiser ver. 
_________________
Tudo isso só pra explicar minha preguiça de fazer um post sobre… Daí vou me aproveitando desses momentos raros de vontade de falar sobre assuntos polêmicos. Já avisando que está tudo na íntegra, escrevi e dei ENTER. Se tiver algum erro, já foi. E recomendo que leiam o post dele antes, pra entender o contexto. Bom, vamos parar de enrolação e ir ao comentário logo:  
_________________
Poxa, de longe a melhor opinião sobre o caso Uniban! Já vou avisando que não vou opinar aqui sobre a atitude dos alunos e faculdade, deplorável até. É indiscutível que todos na história tiveram sua parcela de culpa (Uniban, alunos, Geisy). Não vou ficar repetindo o mesmo bla bla bla que todo mundo já sabe…
_________________
Quanto à Geisy… Olha…. Sou mulher, uso roupas curtas quando quero, mas uso meu desconfiômetro pra saber o lugar que eu posso pagar de gostosa. Porquê, gente, tá óbvio que a Geisy é daquelas que só sabem pagar de gostosa e acham que isso é a melhor coisa do mundo. Vulgaridade define.
_________________
Vou numa praia? Boto uma saia mais curta. Vou numa festa à tarde, no maior sol? Boto um short mais curto. Tudo tem hora e lugar! E olha que eu moro no sul da Bahia, calor infernal, abafado! Mas não vou dar a louca de ir pra faculdade toda coladinha e quase mostrando a bunda. Dá um tempo, né?
_________________

Quando as defensoras de Geisy vieram rebater, dizendo que era direito dela andar com o vestido, blá blá blá… só fiz uma observação, pensem comigo: quem está numa faculdade quer entrar para o mercado de trabalho, ser respeitado como profissional, etc etc. Que tipo de respeito uma Geisy, que trabalhava num mercadinho perto da faculdade com aquele vestido, vai impor pra alguém?
_________________
Que olheiro de empresa vai se interessar no perfil dela? Será que ela vai fazer uma entrevista de emprego com um vestido daqueles? No máximo passa no teste do sofá. É isso que as mulheres revoltadas tem que entender, você só recebe respeito quando impõe respeito. Queimaram tanto sutiã há anos atrás pra exigir respeito, participação igualitária, e tantas outras coisas que temos hoje. Então porque não valorizar isso da forma certa?
_________________
Mas dá pra ver que desconfiômetro não é uma coisa que vem de fábrica. O orkut ta aí pra mostrar isso (acessando o http://www.blogdapga.com.br dá pra entender melhor). Bom, finalizando o caso Geisy, já que ela faz turismo, no máximo daria pra se especializar em turismo sexual
_________________
E digo mais, já foi na Luciana Gimenez. Pra Sexy é um pulo!

____________________
É bom que isso me deu a inspiração certa pra fazer o post que eu ensaio há tanto tempo sobre  meu ódio às feministas. Vou ver se sai até amanhã. 
___________

;,(

Estréia do BBB e eu em casa (não a minha e sim a de meu avô) sem internet, sem poder ver os livebloggings da vida com toooodas as piadas que eu vou demorar um manhã inteira de procrastinação pra ver.

L’ife’s not fair. NOT FAIR!

___________

14 NOMES. OI? 18

Vamos logo ao FAQ pra encurtar o processo de explicação:

1 – Como assim 14 nomes?

Meu pai é louco e pira ser da família real. Por mais que não seja a verdade, é a forma mais fácil de explicar o que fizeram comigo e meus três irmãos (Pedro com 12, Isadora e Mª Anísia – irmãs por parte de pai – com 13 nomes cada). Diz a lenda que, como eu e meu irmão fomos os primeiros filhos, netos e sobrinhos da família toda (que não tinha uma criança sequer pra fazer a alegria da casa no natal), Papai resolveu fazer uma homenagem à família. Foi juntando tudo que é nome e deu nisso.
2 – E você assina tudo?
Óbvio que nem sempre eu preciso assinar o nome completo. Nas poucas vezes que isso acontece, dou logo um jeito de abreviar ou rubricar. O que me irrita é preencher aqueles formulários onde deixam uma linha de 10cm pra pôr o nome completo. Sempre ultrapasso a linha e começo a escrever na vertical da página. Be-le-za!
3 – E demorou de aprender a falar?
Bom, eu não fui uma criança prodígio, mas creio que aprendi a falar meu nome até cedo. Com 3 anos meio. Meu pai também, que não era bobo nem nada, fez uma música com meu nome pra facilitar a aprendizagem. Era cantoria o dia todo e a buchechuda aqui ia aprendendo esse nome grande de meu Deus.
4 – E escrever?
Poxa… O fato de eu ter me alfabetizado duas vezes, conta? *risos* Calma, não é bem isso. Não repeti a alfabetização por não saber escrever o nome. O problema é que eu fiz a alfabetização até o meio do ano na Bahia e depois fui morar em Minas. Eles lá, me obrigraram a fazer o curso regular… Aí eu acabei fazendo duas alfabetizações. Mas que ajudou, ajudou. Posso não ser a rainha da caligrafia, mas pelo menos escrever bem eu sei.

5 – Atrapalha sua vida?
Depois que eu tirei RG, CPF, Título de Eleitor, abri conta em banco etc e tal, tudo ficou mais fácil. Mais fácil de não só de explicar, como de comprovar (já que certidão de nascimento não tem foto).
6 – Mas e aí?
A parte boa vocês nem pensaram ainda. Nesse fim de ano eu vou colar grau na faculdade (vou ser administradora, finalmente. O que não diz NADA, mas fazer o que, né…). Vou mandar alguém filmar a chamada para a colação e o reitor falando meu nome completo! Olha que beleza! “Conferimos o grau de bacharel em administração a Brisa Dalilla Maria Leopoldina Terra Marialda Segunda Mendonça Barrêto Marques de Leão e Sousa, amém!”. Vai ser viral, meus amigos. Globo, aqui vou eu!!! *risos* Bom, filmei o vídeo, coloquei na internet e virou um viral (redunda, mãe!) =D Clicaê pra ver a repercussão do babado! Não fui pra Globo, mas alcei minha escalada a sub-web-celebridade (like @lucasfamapop)… Annnh… Errr… NOT!

___________

Trivialidades randômicas de domingo 4

* Domingo de sol rachando em Coaraci City (ou cidade do meu exílio, se preferirem) e eu aqui no canteiro de obras, trabalhando… Typicall… Vamos à parte boa, pelo menos as horas extras são a 110%. Oba!
* Ganhei a promoção que o TRETA fez com a camiseteria Humoda. Com aquela sinceridade que me é peculiar desde sempre, dei uma resposta safada à pergunta deles e tchãns, ganhei a camisa sorteada. Clicaqui pra ver. Só preciso da ajuda de vocês pra saber que camisa eu escolho. Escolham e postem lá na caixa de comentários. =D

* Agora, no Flickr, você pode criar “exposições” com fotos de outras pessoas. Como eu descobri isso? Um rapazinho começou a exposição dele de coisas estranhas do Flickr com a foto de meu rg. Ah… Meu nome estranho? MA CHE! #nairbello

De resto, só esperando Momô chegar pra matar as sudades. 🙂

Vou almoçar. #tchau

___________

Se eu fosse 2

um mês: Dezembro. Meu mês. O fim do fim do ano.
um dia da semana: Quinta-feira. O melhor dia da semana. Nem é a chata da quarta e tem a expectativa da sexta.
uma hora do dia: 18:00h, happy hour…
uma estação: Inverno. Frio! Frio! Frio!
um planeta: Saturno. Ia ficar “pendurada” nos anéis…. HAHAHA
uma direção: Para o alto e avante!
um móvel: Uma estante de livros, abarrotada!
um sentido: Tato. Tenho que ver pegando, sabe?
uma pedra: Brita. A mais pobre e a mais útil.
uma árvore/planta: Uma mangueira de galhos enooooormes, pra as crianças se pendurarem que nem macacos, como eu fazia na infância.
uma flor: Orquídea (ainda não perdi as esperanças de ganhar uma…)
um clima: Frio, sem chuva. =D
um prato: Sanduíche de queijo polenguinho e blanquet.
um instrumento musical: Piano. Imagina só um pianista lindo me tocando oitava por oitava… Hummm… kkkkkk
um elemento: Fogo.
uma cor: Cor vermelha (carne da sua boca, coração….) =D
um animal: Sempre pensei em ser um tigre, pantera, essas coisas. Mas não, minha onda é voar, queria ser um pássaro de asas beeem grandes pra cortar esse mundão de meu Deus todinho!
uma música: Mutante – Rita Lee (Como mutante, no fundo sempre sozinho, seguindo o meu caminho… Ai de mim que sou romântica!)

um sentimento: paixão (avassaladora!)
um lugar: Barra Grande.
um sabor: Tutti-Frutti.
uma palavra: Oi?
um verbo: Fazer.
um objeto: Um caderno de folhas brancas e sem pautas.
uma parte do corpo: Mãos.
um número: Nove. Sempre me dá sorte, é super cabalístico! kkkk
um Símbolo: ! (temos que inserir mais exclamações em nossa vida! toma aí um monte, ó !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!) =D

Meme vindo do universo de Manu.
E quem fizer o seu posta o link nos comentários.

:* muá

___________

TOP 10 3

Oi. Ainda não consegui me concentrar pra escrever sobre a viagem a SSA. Vocês sabem que eu sou movida a preguiça, né… Então isso não é tão inesperado. Enquanto a vontade de escrever não chega, vamos de umas das maiores trivialidades bloguísticas, o MEME. Não sabe o que é? Eu explico… É mais ou menos uma corrente de postagens entre blogueiros. Eu posto a paradinha aqui e indico três blogs pra fazer o mesmo, que vão indicar mais três e por aí vai. Melhor do que a corrente da Samara… Vai longe! =D
Esse Meme foi inspirado no top 10 criado por um amigo, o Tiago Sem H. Aí os indicados lêem (Com acento mesmo. Foda-se a reforma ortográfica!) e colocam as suas 10 preferências e “odiosidades”.
10 coisas que eu adoro:
1 – Barra grande *-*
2 – Conhaque (hic!)
3 – Poesia
4 – Polenguinho
5 – Livros
6 – Tatuagem
7 – Bolsas (muitas! muitas!)
8 – São João de Ibicuí
9 – Viajar sem destino
10 – Virar a noite jogando buraco on-line
10 coisas que eu destesto:
1 – FEDOR!
2 – DR (discutir relação)
3 – Erros de português
4 – Pergunta idiota (tolerância zero!)
5 – Que mandem adivinhar quem tá falando no telefone
6 – Gente insistente
7 – Que encostem em mim com o cabelo cheio de Kolene
8 – Cobrança
9 – Dar o último pedaço do que tô comendo
10 – Pseudo-intelectuais
_________
Os três indicados são Manu Berbert, Milena Palladino e Edgard Freitas.
Mas tá livre pra quem quiser fazer o seu… Posta no blog ou coloca aqui nos comentários.
Beijosequeijos
___________

esclarecimentos e etc

Mudando as coisas aqui (só pra variar). Layout antigo, mas com umas reformulações básicas. Dá pra perceber que eu tô com preguiça ideológica de tudo, né? Até sei que vocês tão se contorcendo de saudades e coisa e tal, mas mamãe tá sem inspiração meissshmo! Vamos dando uma segurada aí, curtam os links dos blogs amigos ao lado, trabalhem, bebam, façam sexo, sejam felizes. nada fora da desordem habitual de sempre (e viva a redundância!).
beijos, foi lindo, me bibem!
___________