#dos outros


a vdd

“meu médico disse que eu tenho uma glândula de senso de dever malformada, além de uma deficiência natural em fibras morais – grunhiu para si mesmo – e portanto estou dispensado de salvar universos.”

ford prefect – gmg


sobre deus 4

Deus não é pai, não é brasileiro, não é um piadista. Não curte minissaias, não gosta de drinks, não anda de bicicleta. Deus não é elegante, não é asseado, não é onívoro. Não gosta de preliminares, não faz exercícios, não leu o livro Deus, se existe, é uma espécie de aliciador de menores em algum  fliperama gerenciado por um casal de taiwaneses alcoólatras e coniventes. Porque ele paga algumas fichas, deixa você se divertir e, quando menos você espera, ele quer colocar seu rabo. E Deus não tem senso de humor algumEssa parte de conseguir levar as coisas mais absurdas e inesperadas e rir de tudo, isso fica inteiramente por nossa conta.
.
surrupiado levianamente do savoir-faire do criativo rafael barba

a resposta da letargia

sinônimos e anônimos

Você mexe e remexe (com) o meu íntimo de uma forma que desestrutura, desmonta e espalha pedaços e desejos por todo este nosso *universo*paralelo*. Fraciona minha unidade e remete todos os meus *eus* ao encontro dos seus *eus* – que não são poucos! – tão desapercebidamente do que faz, como inconsciente da marca que imprime em cada uma das minhas partes. Brinca com meus instintos, com meus sentidos, me bagunça e depois me junta com aquele jeito agridoce, puro, quase ingênuo (porque natural) de quem nada faz por mal. Você chega cheia de metáforas, sinonímias e antíteses (do tipo tudo ao mesmo tempo, agora…), e se revela uma grande hipérbole de sentimentos, com todos esses paradoxos psicodélicos e ecléticos, transformando os nossos pequenos *momentos de eternidade* numa verdadeira catarse. Você para o tempo e manipula a realidade virtual, como uma cientista louca, e eu entro no seu jogo, de cobaia, só para ver no que vai dar… Porque me vejo em você, me sinto em você, começo e termino em você, com todas as figuras de linguagem. *Nós* somos sinônimos, apesar de anônimos aos olhos do mundo. Nos projetamos um no outro, portanto não há muito o que descobrir, a não ser nós mesmos. Se me descubro, lhe descubro e vice-versa. Não tem segredo… não tem mistério… Apenas somos e estamos sendo. Por isso não temos prazo de validade. No *nosso* universo não existe o tempo, tudo é pleno, tudo é agora, sem chegadas ou despedidas. Apenas acontecemos…

Pedro Camena 01/05/2008


if you say…

“É hora de soltar o rosto franzido, engolir a saliva seca e apreciar o espelho… Enxergar o futuro junto do reflexo da poltrona da sala, na mesinha ao lado, com ou sem porta-retrato com a alma gêmea a vida há de ser boa, há de perdoar nossos erros e nossos impulsos, perdoar a nossa infinita humanidade que diante dos abismos das loucuras não nos permite nunca dizer não… We are young, we run free!” | Bam


a teoria do personal fucker 4

Você tem um PF? Ou você é um PF? O que é um PF? É um Personal Fucker. Sim, foi o que você entendeu. Um “Personal Fucker”. Para quem ainda não arrumou um cara legal, digno de namoro (recolhidos pelo Ibama, portanto fora do mercado), faça de alguém, seu PF.

PARA QUE SERVE: PF (Personal Fucker) é a nova modalidade de sexo ao seu alcance. Considerando que sexo é uma necessidade física comum a todas nós, o PF torna-se item indispensável. Para as felizardas que já tem onde se aninhar, ótimo. Mas no dia que precisarem, saibam também como ter seu PF de cada dia.

COMO CONSEGUIR UM: Para ter um PF, você tem que estar disposta a abrir mão do romantismo, da mão na mão, do sorvete ao entardecer. O escolhido para ser o seu, não pode ser alguém que você namoraria… E sim, alguém pelo qual você sente um tesão incontrolável, aquele tesão estilo TPM. Nada de compromissos, que compromisso é coisa de na-mo-ra-do. Se quiser compromisso nada feito. Seu negócio não é PF.

FORTES CANDIDATOS: Geralmente são seus amigos atuais, amigos antigos (com quem você não tem mais muito contato e pretende agora ter AQUELE contato), amigos do seu ex, casinhos antigos sem importância, pessoas que você não vê há muito tempo e pessoas que você nunca viu mesmo e está vendo agora. Não valem ex-namorados, nem pretendentes que deixam a perna bamba. A experiência tem que ser nova para os dois. Pois sendo ele o seu PF, você passa a ser o PF dele.

MAIORES DEFINIÇÕES: Trata-se de uma amizade colorida dos tempos modernos. Vocês são amigos, trocam confidências e dividem os ambientes mais íntimos entre duas pessoas: a cama, o banheiro, a sauna, a pia, o chão, o estacionamento e os degraus da escada. O lugar não tem muita importância, desde que você também não espante o rapaz levando-o para um chalézinho cinco estrelas decorado com flores-do-campo. Você sabe… Cinco estrelas e flores-do-campo são coisas de na-mo-ra-do.

INSTRUÇÕES: Você pode ter liberdade com seu PF, mas dentro de alguns limites, claro.Vale ligar a qualquer hora do dia, propondo um encontro casual… Vale ligar depois de tomar alguns gorós, quando bate aquela carência sexual… E também vale ligar propondo uma massagem básica. Só não vale ficar mal se ele não puder ir ao seu encontro. PF´s são ótimos para realizar aquelas fantasias sexuais que você sempre teve vontade de realizar, mas nunca teve coragem. Vale gritar, escancarar, fazer tudo aquilo que você sempre quis. O máximo que pode acontecer é, quando você estiver fazendo seu strip em cima da mesa da sala cantando Madonna… Ele dizer pra você parar, porque está morrendo de vontade de rir… E você ter que procurar outro PF.

surrupiado na cara dura do finado caxassa filosofal de @edfreitasneto


a carne dos deuses

“E assim eles me mostraram:

Passe dos limites da sua casa, da sua turmaSe comunique sem nenhum tipo de rótuloSupere seus limites, não se conforme com a informação. Busque, atreva, ultrapasse os muros impostos. Atravesse a linha do seu horizonte. Eleve seu espírito como um flash… Sem destino, em todas as direções. Supere seus limites de respiração, de força de bicho. Como um macaco nu que luta incondicionalmente pela vida. Então, sinta mais… Abrace cada sentimento seja ele qual for, como se abraça a quem se ama. E quando precisar, chore. Onde estiver, chore. E um dia, dance… Um dia dance do jeito que você quiser. Sem dúvida, as pessoas que dançam com verdade são pessoas muito mais felizes. E por mais louco que possa parecer, não me ouça. Pois posso ser apenas mais um tijolo daquele muro que você quer… Passar… Simplesmente passar…


planos

não faço mais planos…
não quero planos de ter planos.
não quero
……..
me perder
……………nos planos

de não realizá-los de plano.
esse é o tipo de apelo
de quem vaga num plano
entre o sonho [EU] pesadelo.

m.m.


ao querer

“desejaria coisa alguma no lugar da quietude. que me preencham ventos e horas que passam, e que ao mesmo tempo me esvaziem deste cheio confuso e irreal. não sou esta que estranha os caminhos, que não sabe aonde ir e que enfrenta com frouxidão estar só – e perde. não sou eu de palavras tão puramente tristes, de encontros tão puramente superficiais, de imagens tão puramente espelhadas. não sou eu o que mostro ser, só não sei eu, aonde fui.”

via


everything or anything? 1

“Há algumas centenas de anos atrás, Benjamin Franklin compartilhou o segredo do seu sucesso com o mundo… Ele disse “Nunca deixe para amanhã, o que pode fazer hoje.”. Esse é o homem que descobriu a eletricidade. A gente imagina que mais gente ouviria o que ele tem a dizer…

Eu não sei por que nós adiamos as coisas, mas se eu tivesse que adivinhar, eu diria que tem muito a ver com medo. Medo de falhar, medo da dor, medo da rejeição. Às vezes, o medo é de tomar uma decisão por que… E se você estiver errando e não puder consertar?

[…]

O pássaro da manhã pega o verme. Um ponto a tempo salva nove. Aquele que hesitou, perdeu. Não podemos fingir que não avisaram. Nós todos ouvimos os filósofos, ouvimos os avisos de nossos avós sobre o tempo perdido. Ouvimos o recitar dos poetas encorajando-nos a aproveitar o dia.

Mesmo assim, às vezes, temos que olhar por nós mesmos. Nós temos que aprender nossas lições. Temos que varrer a possibilidade de hoje pra debaixo do tapete do amanhã, antes que não possamos mais.

Até que nós finalmente entendamos o que Benjamin Franklin quis dizer, por nós mesmos. Ter certeza é melhor do que ter dúvida, que acordar é melhor do que dormir e até o maior fracasso, até o pior e mais irretratável erro, supera o inferno de nunca ter tentado…”

Meredith Grey – G.A. S06E01


desconstrução 1

Criou daquela vez como se fosse a última.
Fez cada job seu como se fosse o único.
Pensou o dia inteiro e ficou o máximo.
Mandou pro atendimento num e-mail tímido.

Teve que refazer como se fosse máquina.
A campanha reprovada com argumentos sórdidos.
Criou mais uma vez outros roteiros mágicos.
Esperou aprovação como se fosse lógico.

O cliente não gostou e aconteceu o trágico:
pediu pra refazer como se fosse um príncipe.
Tentou reagir mas se sentiu estático.
Pensou mais uma vez no concurso público.

E virou a noite inteira parecendo um bêbado.
Comeu pizza de novo e ficou mais flácido.
Bebeu a noite inteira cafezinhos básicos.
Saiu de manhazinha se sentindo estúpido.
E ainda teve que voltar pra terminar no sábado.

Fellipe Figueiroa

Quem é publicitário sabe como é…