E ela disse:Rasga essa felicidade na boca,Rasga essa coisa contidaE tão condensada em você.Vai menina, e rasga mesmoEssa sua displicência eterna,Que camufla nessa moça etérea,Uma submissão ao que a vida decide.Ah, mais isso é só cinema,Arte que mais se aplica[…]

Continue reading …

PRESENTE

Acham que busco a segurança.Mas na verdade,É a liberdade que me prende.E estar solto talvez sejaO ponto chave,Da forma de fazer dar certo.É o estar perto,Sem a total exigência.É a relação alma com alma,Ultrapassando limites do corpo,Transmitindo uma calmaQue não[…]

Continue reading …

POETISA ENFERRUJADA

Sede eterna de emoção,Ânsia de elevar-se,Necessidade de criação.Poeta não tem caminho certo,É um artista sem direção.Quer sorver todo pensamento do mundoE transformar em arte arredia,Preenchendo essa folha vazia,Sedenta de tinta, letra e sentimento.Quer ser todo esse tormento,Quer ser tudo que[…]

Continue reading …

LIVRES

Você não vai direto ao assuntoE não vem com calmaNa hora de me conquistar.Você é meio teimoso,Um misto de determinado e manhoso,Não era nada do que podia esperar.Você acredita no que deseja,Monta, arquiteta e planejaAntes de se decidir.Lembra-me uma locomotiva[…]

Continue reading …

VOCÊ

Você chega sem saber meus segredos.Faz medo!E teu excesso de malícia me faz sentir esse medo gostoso.Um estranho frio na barriga que entorpece o corpo. Você chega com essa cara lavada,De homem decidido.Com fome, com ânsia…Exalando libido! Você chega com[…]

Continue reading …

EU PODERIA

Eu poderia escrever aqui uma poesia minha.Seja pra lhe deixar intrigado, desarmado,Ou apaixonado. Ah! Eu sei o que poderia! Poderia recitar um cantoE te deixar preso num espanto – louco – ao ouvirMinha forma descrente e incongruenteDe fazer meus versos,[…]

Continue reading …