dispensada de salvar universos

Realidade – Um desabafo

A realidade tem tons cinzentos. O mesmo tom dos ternos risca de giz que os advogados usam debaixo de uma temperatura de 40 graus (e não sentem calor). A realidade tem o tom vazio da poesia que não foi terminada. Tem a cor negra do cabelo da patricinha que faz – feliz – suas compras no shopping (e a patricinha – feliz – tem a realidade que moça entojada gostaria de ter nas mãos). A realidade tem o tom amarelo do sorriso torto dado via telefone. Da escusa a idéias combinadas. Da falta de carinho, toque e aconchego. Do cheiro de perfume masculino que impregna o casaco cinzento. A realidade tem o tom rouco do cantor sem voz. Tem tanta realidade que fica com cara de irrealidade.

A realidade tem o tom único e insosso da saudade

Brisa Dalilla =14/05/2008=

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “Realidade – Um desabafo”