dispensada de salvar universos

SUJEITO SEM JEITO

Com você é bom de qualquer jeito.
Até mesmo sem jeito – do jeito que você me deixa! -,
me beija e me acolhe, de todos os seus jeitos.
Você me envolve, abusando dos trejeitos,
e deixa tudo suspeito. Daquele mesmo jeito de que
“Não tem mais jeito, sujeito!”.

Pedro Camena =10/05/2008=

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *