dispensada de salvar universos

E hoje eu poetizo através dela…

A INTENÇÃO

São coisas sentidas
Que por fim me pertubam
Onde me perco, me acho
Num copo de intenções

Um corpo insiste
Numa despudorada permanência
Numa delicada exigência
De fantasias reais

E dos olhos que se cruzam
Soa o grito de desejo
Como se já existisse o beijo
Mesmo sem propósito declarado.

Diva Brito =05/2005=

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “E hoje eu poetizo através dela…”