dispensada de salvar universos

insólito

noites l o n g a s,
noites pálidas.
*constelações*
perdidas num
céu de opções,
ou ilusões…
maculando o tempo,
livrando o momento,
no azul negro (da noite),
do vento do apego (e do açoite).
quero viver em liberdade
mas há tanta saudade…


Brisa Dalilla =06/11/2008=

Deixe uma resposta para Aline B. Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “insólito”