dá licença, vou passar 4


antônimo de um tempo
onde, encantada pelo momento
tola, deixei-me levar

traduzi teu pensamento
esqueci todo lamento
consegui, aos poucos, lhe captar

no abismo furta-cor
onde camuflei meu amor
em dor, cheia de razão

afundei-me na não-mente
escondi o que se sente
impus, enfim, meu não

em nosso ateísmo religioso
meu deus é seu gozo
e a vontade foi cumprida

ama-me, quando te amo
rechaça-me, quando te chamo
leva-me da tua vida

Brisa Dalilla
—————
alguém me manda pra porra, fasfavor? pfffffff! b’gada!

About entojo

É alma que não se cala; Palavra que tira de tempo; Transbordo de sentimentos... Não é sopro, nem é v e n t o; É livre, leve e solta; É ar em m o v i m e n t o…


Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

4 thoughts on “dá licença, vou passar