dispensada de salvar universos

Idéias Soltas de um Sonho

Eu perdi seus olhos
Você perdeu meus cabelos
E toda essa saudade
Era a minha eterna confidência.

E nós escorregávamos
Entre outras bocas
E outros braços
Até sentirmos
Algo dentro de nós explodir.

Eu queria estar anestesiada
Para não te sentir.
E para não te sentir longe de mim.

E nós escorregamos
Por outros pares de lábios
E outros pares de olhos.
E a consequência
Desse sentimento confuso
Ficou dentro de mim.

Brisa Dalilla

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 pensamentos em “Idéias Soltas de um Sonho”