dispensada de salvar universos

você pertence a mim

em cada traço, em cada passo
em cada não, em todo sim
é… você pertence a mim.
a meu beijo, meu desejo
meu erro e acerto
do seu começo a meu fim
você pertence a mim.
nos meus gestos, meu retrocessos
e com minha mão alcança meu sexo
você pertence a cada parte de mim.
e da mesma forma que a você pertenso
em todo meu jogo, na falta de senso
no excesso de amor, na sorte ou na dor
você pertence a mim.

brisa dalilla =08/01/09=

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “você pertence a mim”