medrosa

vontade eu tenho demais,

e quando você falar o que espero

já saberá minha resposta.
mas não sei o que acontecerá,
no dia que nossa poesia
finalmente virar prosa.
Brisa Dalilla =10/11/2008=

1 thought on “medrosa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *