TANGO OU BOLERO

Tango ou bolero.Não me negoE espero,A face ocultaDo prazerInterno.Te enterro,Sofro doenças visPorque quis.Somente quis…Ah! Sonho com Paris!Noites quentesEsquecidas.Tão vívidas,Bem vividas.Passo solto,Pelo que esperoEncontrar.Me elevo,Me enervo,Entretida no transeDo tango ou bolero. Brisa Dalilla =03/11/2007=

Continue reading …

DANÇA

Dança em meu ventreO sexo tosco,O beijo sem gosto…Prazer tão banal.Afinal, o que há de ser essa dança?Que enerva, entretém e balança,O corpo sofridoE esquecidoPor todos, por nós.Após o calor indesejadoSofro em meu canto,Calado.Encharcando com remédios toscosFeridas que não hão[…]

Continue reading …

ENTRE AS PERNAS

Deixe-me chegarAo princípio do vício,Paraíso entre as pernas.Longas faces absurdas,Cordas vocais agudas.Face do inesperado,Grito sufocado.Prazer de serO que o inconsciente oferece,A magia além do imaginável,O prazer quase intocável,Possível quando se está entre as pernas.Do leito quente,À posse eterna.Num frêmito de[…]

Continue reading …